terça-feira, 8 de março de 2011

Meu Sotaque

Amor meu doido amor me desculpe mas já não sou só teu amor
Este mundo que não é grande nem pequeno me mudou demais
Me jogou de lugar em lugar e eu agora não tenho mais nenhum lugar
O que aconteceu? o que será? só são perguntas que a gente dar

Nem falar em primeira pessoa quero mais porque não sou eu mais
As coisas simples do dia, as conversas banais valem mais
Só sei que não vou me deixar, é uma loucura falar em ficar
Ficar onde e ir para aonde? vamos é viver e viver e viver.

2 comentários:

natibrag disse...

Adorei esse poema Chico... A vida é assim mesmo,vai nos moldando, nos tirando, nos acrescentando e nisso tudo só o que importa, mais até que ser feliz, é VIVER... Bjão!

Chico Arruda disse...

Como msm vc afirmou o alcool nos tira o bloqueio, a censura, no caso nos ajudou rs e vamos VIVER